Como escolher um Esquentador?

Está com dificuldades em encontrar o melhor esquentador para si? Descubra os critérios que deve seguir para escolher a solução ideal!

 

Ficou sem água quente? Saiba como escolher o melhor esquentador para a sua casa.

O esquentador é uma das soluções para o aquecimento de água. No entanto, a enorme diversidade de opções disponíveis no mercado torna a sua escolha mais difícil. Neste artigo apresentamos os quatro principais critérios que deve seguir para encontrar o esquentador ideal! Para escolher o equipamento que melhor se adapte às suas necessidades, é preciso ter atenção às características do local de instalação, ao gás utilizado, à quantidade de litros necessária e ao tipo de ignição mais conveniente.

Descubra os critérios para escolher um esquentador

1. Tipo de Gás

De forma a escolher o esquentador que melhor satisfaz as suas necessidades, é importante que este equipamento utilize a fonte de combustível adequada à sua habitação. No mercado existem esquentadores a gás butano, propano ou natural.

Relativamente às restrições de volume, os esquentadores que utilizem garrafas de gás de butano de 13kg, só poderão ter a capacidade para 5 a 11 litros. Caso utilize gás canalizado ou garrafas de gás propano com 45 kg, poderá utilizar esquentadores com qualquer capacidade.

2. Condições e Sistemas de Exaustão

Os esquentadores a gás são aparelhos complexos, assim sendo, estes equipamentos devem adequar-se às caraterísticas do local de instalação. Deste modo, pode optar-se por esquentadores de exaustão natural, ventilado ou estanque.

  • Natural /Atmosférico – É indicado para uso nas condições de exaustão ideais, ou seja, locais de instalação com boa e permanente ventilação. Além disso, o esquentador deve ser instalado com um troço mínimo recomendado de 30 cm na vertical para evacuação dos gases provenientes da queima.
  • Ventilado – É aconselhado para locais onde há boa admissão de ar e insuficiente exaustão, assim o ventilador proporcionará a saída dos gases de combustão.
  • Estanque -É indicado para locais com insuficiente admissão de ar e/ou insuficiente exaustão. Alguns esquentadores estanques incorporam um ventilador para angariar ar novo através do exterior e para forçar a saída dos gases queimados.

3. Tipo de Ignição

O sistema de ignição é essencial para que exista combustão entre o gás e a chama. Existem 3 grandes tipos de ignição: manual, automático e hidrogerador. Esta escolha impactua o desempenho e a segurança do seu equipamento.

  • Manual- Com este sistema o utilizador necessita de ligar o esquentador sempre que precisa de água quente. A ignição é feita através de isqueiro ou outro sistema que permita combustão.
  • Automático – A ignição pode ser feita através de pilhas ou através de corrente elétrica de 220v. Estes equipamentos possuem um sistema que se liga automaticamente quando a torneira é aberta. Deste modo, o desperdício de gás queimado pelas chamas piloto é eliminado e é mais seguro.
  • Hidrogerador- Este sistema utiliza a pressão da água através de uma turbina que gera energia e liga o sistema eletrónico que permite o aquecimento de água. Este sistema evita consumos de gás desnecessários, visto que não necessita de pilhas para acionar o sistema nem mantém a chama ligada quando não é necessário.

4. Capacidade

A utilização dos esquentadores poderá ser em apenas um ponto de tiragem ou em diferentes pontos em simultâneo. Deste modo, estão disponíveis esquentadores com as seguintes capacidades: 5/6 l, 11/12 l, 14/15 l, 17/18 l e 24/27 l.

A tabela seguinte apresenta os esquentadores ideias para cada tipo de utilização:

Fonte: Esquentadores Vulcano

Descubra o esquentador que melhor responda as suas necessidades disponível na nossa loja!

Responda a este questionário.

Conheças as características dos diferentes esquentadores!