Edifícios mais Sustentáveis 2021

Já abriram as candidaturas à segunda fase do Programa Edifícios mais sustentáveis 2021! São 30 milhões de euros para investir na eficiência energética das habitações, com comparticipação até 85%.

 
Chegou mais uma vaga de candidaturas ao Programa Edifícios mais Sustentáveis 2021! A primeira fase do Programa foi um sucesso! Como resultado da enorme procura, a totalidade da verba disponível esgotou antes do final de 2020. Assim, a segunda fase deste programa, incluída no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), surge com novidades! Acima de tudo, o objetivo passa pela melhoria do desempenho energético e ambiental dos edifícios, combatendo a pobreza energética. Conforme as metas ambientais europeias e nacionais (PNEC 2030), pretende-se atingir a neutralidade carbónica em 2050, em Portugal. Assim sendo, e com uma dotação global de 30.000.000€ (trinta milhões de euros), o financiamento visa promover a:

Reabilitação;

Descarbonização;

Eficiência energética;

Eficiência híbrida;

Economia circular.

Por outro lado, pretende-se que esta iniciativa conduza a uma redução de pelo menos 30% do consumo de energia primária.
Quem se pode candidatar?
Pessoas singulares, proprietários e coproprietários de habitações unifamiliar mas também multifamiliar ou frações autónomas. Estão incluídos os edifícios construídos e licenciados até 1 de julho de 2021, com algumas exceções. Todavia, esta medida refere-se apenas a intervenções que se enquadrem nas tipologias 3, 4, 5 e 6 do programa. A saber que este financiamento é exclusivo para o território nacional.
Como se pode candidatar?
As candidaturas estão abertas entre 22 de junho de 2021 até às 23h59 do dia 30 de novembro de 2021, salvo esgote a dotação prevista. Nesse sentido, devem ser submetidas na página oficial do Fundo Ambiental. Em caso de dúvida, pode consultar o guia de apoio à candidatura e os documentos necessários. Mais informações consulte o Despacho n.º 6070-A/2021 – Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis – Fase II e a Declaração de Retificação ao Despacho.
Condições de candidatura?
O programa comparticipa até 85% do custo do investimento (IVA não incluído), embora cada candidato esteja limitado a um total máximo de:
  • 7.500€ por edifício unifamiliar ou fração autónoma;
  • 15.000€ no caso particular de edifício multifamiliar (prédio) em propriedade total.
Uma vez que já tenham sido apoiadas intervenções na 1ª fase do programa, a estes montantes são deduzidos os financiados desde 7 de setembro de 2020.
Aproveite já a segunda fase do apoio Edifícios Mais Sustentáveis 2021 para valorizar a sua casa!
Na Bongás Energias contamos com uma equipa técnica, certificada e reconhecida pela DGEG. Além disso, não só tratamos de toda a instalação como o ajudamos com a solução mais eficiente. Portanto, conheça a nossa gama de produtos eficientes com certificação de qualidade e confiança:
  • Ar Condicionado: para que o conforto e poupança nunca lhe falte, sempre com a máxima eficiência. Dessa forma pode regular a temperatura e humidade que deseja para manter um ambiente desejado em sua casa.
  • Painel solar térmico com apoio de esquentador: tenha melhores níveis de eficiência, ao passo que  contribui para um futuro sustentável cada vez mais verde, enquanto faz o aquecimento de águas.
  • Bomba de calor: tire mais partido da sua casa. Uma vez que são equipamentos amigos do ambiente pois não produzem gases de combustão.
  • Kit forçado com Bomba Calor AQS: termossifão com apoio de Bomba Calor. Ou seja, é um sistema de aquecimento de águas quentes simples, económico e de fácil manutenção.
  • Sistema fotovoltaico para autoconsumo: produza a sua própria energia a partir do Sol. Afinal é uma fonte renovável, sem qualquer emissão de CO2.
  • Fotovoltaico com bateria de armazenamento: produza, poupe e consuma quando necessitar! Assim, não só retira o máximo partido do seu sistema fotovoltaico, como também maximiza a sua eficiência energética e poupança na fatura.
Entre já em contacto connosco (clique aqui)!