Qual a origem da energia de Portugal?

Consegue imaginar a sua vida sem recorrer à eletricidade, ao petróleo e ao gás? Será dependente de energia? Descubra de onde vem a energia que move o nosso país!

 

Hoje em dia, as nossas atividades quotidianas dependem maioritariamente de energia, esta permite o transporte, a iluminação e todos exercícios industriais. Tal como nós, Portugal é um país dependente energeticamente. Sabe o que isto significa?

O que é a dependência energética de um país?

O indicador de dependência energética mostra até que ponto uma economia depende das importações para satisfazer as suas necessidades energéticas. Corresponde ao rácio entre as importações líquidas de bens energéticos e a soma do consumo interno bruto de energia mais bancas marítimas. As bancas incluem todos os produtos petrolíferos tributáveis carregados por um navio para consumo desse navio.

Eurostat

A taxa de dependência energética reflete a necessidade de recorrer a importações de forma a satisfazer as necessidades energéticas do país, em 2018 o seu valor era 77%. Ao longo dos últimos anos, esta taxa tem oscilado entre os 74% e os 80%. Portugal continua a ser um dos países europeus mais dependentes, esta dependência torna o nosso país mais vulnerável.

De onde vem a energia?

Segundo o balanço energético da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), em 2018 a maior fatia de consumo de energia final continuou a ser o petróleo (48%), seguido da energia elétrica (26%), gás natural (11%), calor (7%), biomassa (6%) e outros tipos de energia (2%).

Tal como indica o alto índice de dependência energética, a maioria da energia consumida em Portugal é importada. Os combustíveis fósseis, o petróleo, o gás natural e o carvão, são maioritariamente importados de países como Rússia, Estados Unidos da América, Brasil e Canadá.

Portugal pretende atingir a neutralidade carbónica até 2050, neste sentido prevê-se uma crescente eletrificação dos consumos dos consumos energéticos nos vários sectores de atividades. Apesar da alta dependência energética, nos últimos anos as energias renováveis têm vindo a ganhar maior relevância.

Em 2019, segundo a REN, 56,0 % do total de eletricidade gerada em Portugal foi de origem renovável (solar, bioenergia, eólica, hídrica). O restante, os 44%, foi gerado através do carvão, do gás natural e da cogeração fóssil.

Pretende diminuir a dependência energética da sua habitação? Conheças as nossas soluções de energias renováveis!