Programa de apoio a “Edifícios Mais Sustentáveis”

O Programa “Edifícios Mais Sustentáveis”, divulgado pelo Governo, dá-lhe a possibilidade de melhorar a eficiência energética da sua casa, bem como apoiar na transição para as energias renováveis. Se a sua habitação é anterior a 2006 poderá recorrer candidatar-se a este apoio, que pode ter uma comparticipação até 70%, na instalação de um fotovoltaico ou até em soluções de AQS.

 
Se a sua habitação é anterior a 2006 poderá recorrer a um novo apoio do Governo, com objetivo de melhorar a eficiência energética, através da instalação de painéis fotovoltaicos ou aquecimento e arrefecimento de águas quentes sanitárias. O Estado português avança com o “Programa de Apoio a Edifícios mais Sustentáveis”, no âmbito da iniciativa do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), cujo abrange um conjunto de medidas que estimulem a atividade económica, como forma de minimizar o impacto económico consequente da Pandemia COVID-19. Este programa, no valor de 4,5 milhões de euros, irá concretizar-se através de um incentivo operacionalizado pelo Fundo Ambiental, para que portugueses possam melhorar a eficiência energética das suas casas, sendo que a data de construção tem que ser anterior a 2006. A comparticipação nas obras e materiais poderá alcançar os 70%, com um limite até 7.500 euros. Este apoio traduz-se em soluções para a reabilitação de edificado residencial, com o objetivo de promover a descarbonização da economia, a eficiência energética, a eficiência hídrica e a economia circular em edifícios, contribuindo para a melhoria do desempenho energético e ambiental dos edifícios.

Neste contexto, são suscetíveis de financiamento ações a desenvolver em edifícios habitacionais existentes, de pessoas singulares e proprietárias de frações ou edifícios, construídos até 2006.

Esta iniciativa permite apoiar nas metas definidas no Plano Nacional Energia e Clima 2021-2030 (PNEC 2030) e na Estratégia de Longo Prazo para a Renovação dos Edifícios (ELPRE), bem como para outros objetivos ambientais. As candidaturas estão abertas e decorrem até 31 de dezembro de 2021, ou até esgotar a dotação prevista, devendo ser submetidas no portal do Fundo Ambiental (https://bit.ly/33R7qg2). Este programa é uma excelente oportunidade para adquirir equipamentos energéticos altamente eficientes, sustentáveis e inovadores. Na Bongás Energias temos parcerias com marcas de renome nacional, no setor energético, tais como a Vulcano, Voltalia e Daikin.

Conheça a nossa gama de produtos, de eficiência energética “A+” e com certificação de qualidade e confiança

  • Ar Condicionado Vulcano e Daikin – oferta com características e funcionalidades que contribuam para uma atmosfera confortável, com a temperatura e humidade desejadas. Vantagens: conforto, poupança económica e redução do impacto ambiental.
    • Gama Ar Condicionado com eficiência energética mínima A+ (Obrigatório Certificação Gases Fluorados);
  • Painéis Solares térmicos Vulcano – mais eficientes, seguros e ecológicos, oferecendo as mais inovadoras soluções de água quente. A tecnologia solar da Vulcano é também o complemento ideal para apoiar o aquecimento central da sua casa. Permite alcançar melhores níveis de eficiência ao promover a inovação e um futuro sustentável cada vez mais verde.
  • Sistema fotovoltaico Voltalia – permite produzir eletricidade a partir do Sol, sem qualquer emissão de CO2;
  • Bomba de calor Vulcano e Daikin – são equipamentos amigos do ambiente, uma vez que não produzem gases de combustão.
    • Vulcano Gama Aquasmart, HP 200, 250 e 270
    • Daikin Altherma R HT alta temperatura e Altherma M AQS

O que deve saber no momento da candidatura ao Programa “Edifícios Mais Sustentáveis”

Cada candidato pode receber, no máximo, 15.000 euros, com um limite por edifício unifamiliar ou fração autónoma de 7.500 euros. São elegíveis pessoas singulares proprietárias de edifícios de habitação existentes e ocupados, unifamiliares, de frações autónomas em edifícios multifamiliares ou de edifícios multifamiliares, construídos até ao final do ano de 2006. Caso tenho dúvidas sobre este programa o Fundo Ambiental publicou uma série de FAQs, que pode consultar aqui. Para mais informações sobre o programa e produtos comercializados pela Bongás, neste âmbito, preencha o formulário de contacto (clique aqui).